segunda-feira, 21 de março de 2011

Prefiro ser chic...

Onças D&G...

Aproveito a pausa dos finais de semana para refletir sobre alguns assuntos que permeiam o mundo da moda, e em tempos de lookbooks, inspired e it-girls...coloquei no blog uma pergunta:  Chic é ser autêntico?



It Girl clássica, Audrey Repburn

Sim e não foi a conclusão que cheguei....porque ser chic na minha humilde opinião, é ser simples, ter classe, educação e alegria em viver.... ser autêntico também é importante, mas não é necessário para sermos chic!

Constança sempre referência para ser Chic...

Consultei o dicionário para saber o que ele diz sobre ser autêntico...adj. Revestido das formalidades legais requeridas: documento autêntico.Que não pode ser contestado; verídico, exato: história autêntica. Obra autêntica, que é do autor a quem se atribui. Os sinônimos de Autêntico: fidedigno, genuíno, real, verdadeiro e verídico...nem preciso dizer que em se tratando de moda, essa autênticidade está cada dia mais rara, mas que existe!


Ser autêntico não tem nada haver em ser chic...

E é nesse caminho que digo que não podemos vincular ser chic com ser autêntico. Precisamos sim,  sermos nos mesmos, isto é, aplicar nossa identidade, que é única, pessoal e intransferível em nosso dia a dia...mas somos influênciados (bombardeados por informações) por referências, educação, ambiente e pelos nossos sentimentos e personalidade em tudo que criamos ou escolhemos....e que ao longo da vida vai sendo transformado!


Lookbook Maria Filó inverno 2011, um dos mais desejados...motivo...ela está seguindo as principais tendências, onça, bolsa tira colo, short de couro e muito mais!

Vivemos em comunhão e em comunidade, não vivemos isolados, sofremos influências desse meio, e o fato de não sermos originais, não pode apagar a importância em sermos chics, isto é, sermos simples, termos classe, educação e alegria em viver! =D



e continua....vestido crochê, bolsa Alexa Chung, trico, oxford....aff!


No mundo da moda, não é diferente...tudo que é criado, aqui lê-se autênticidade, é para agradar os diversos tipos de pessoas. Quando um objeto é criado e agrada, ele passa a ser referência para muitos outros, até ser literalmente copiado, porque mais e mais pessoas querem-o para si, e para agradar muito gente, o jeito é esse!

mais Maria Filó...cintura marcada, azul, laço, camisa de seda e scarpin....

A mesma coisa funciona as It Girls, que são refêrencias de moda para outras mulheres mundo afora....quando escolhem seus looks casual ou festa, elas se utilizam de referências, aqui lê-se novos produtos, para produzir com autênticidade (nem sempre, pq tem passarela e lookbook) suas produções chics ou não, passam a servir de inspirações para outras, até que virem moda! 

É moda: Scarpin + Skinning = todas querem usar!

Por isso é tão complexo e impossível de associar ser chic a ser original (autêntico), sempre haverá divergências e concordâncias, minha dica é, se conheça melhor, e valorize suas melhores características, tenha atitude e principalmente, respeite os outros e se respeite, e verá o melhor que Deus nos deu, a liberdade de escolher e de viver. =D



....se o scarpin for nude melhor ainda, alonga a silhueta, quem não quer ficar mais alta!


“Quem anda no trilho é trem de ferro, sou água que corre entre pedras: liberdade caça jeito."
(Manoel de Barros)


"Investir em conhecimento pode nos tornar sábios... mas amor e fé nos tornam humanos!"

Quer saber de quem foi essa idéia autêntica? 
Hailee Steinfeld, indicada ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante pelo filme "Bravura Indômita", trocou os sapatos de salto alto para curtir a festa da revista "Vanity Fair", realizada após a cerimônia de entrega do prêmio Oscar na noite de 27 de fevereiro 2011....Arrasou!

2 comentários:

  1. Obrigada Sônia,
    Super inspirada pelas noites de lua cheia....bjokas,
    Elida

    ResponderExcluir